Di Guariglia

Fisioterapia Esportiva


Fisioterapia

Fisioterapia Esportiva é uma especialidade da fisioterapia que busca a reabilitação, prevenção e atenção do atleta amador e profissional, e de qualquer outro paciente que pratique alguma atividade física e que tenha pretensões de retornar ao exercício de forma segura. É elaborada de forma a atender as necessidades do paciente, abordar as deficiências específicas e levar em conta as demandas funcionais para o retorno ao esporte. O retorno à atividade será gradual e somente quando o paciente tiver condições fisiológicas para o exercício, e não apresentar sintomas durante a reabilitação.

Objetivos
• Retornar o paciente o mais rápido possível e com segurança dentro dos limites fisiológicos e clínicos pós lesão;
• Promover condições ao sistema músculo-esquelético para a prática de exercícios;
• Permitir a prática de atividade física sem sintomas e riscos;
• Orientar e preparar o paciente que deseja iniciar atividade física, mas que ainda necessita de intervenção fisioterapêutica;
• Avaliar funcionalmente se o paciente será apto a retornar ao esporte, minimizando as recidivas;
• Prevenir as lesões esportivas e aparecimento/retorno de sintomas;
• Manter/promover a qualidade de vida e a condição do sistema músculo-esquelético nas afecções degenerativas naturais do envelhecimento.

Indicações
O programa é indicado para todas as idades, que queiram voltar a praticar esportes após lesão, ou aqueles que querem iniciar a prática de exercícios, mas que necessitam de cuidados especiais até a alta da fisioterapia.

A fisioterapia esportiva é indicada nas disfunções traumato-ortopédicas e reumatológicas mediante a avaliação do fisioterapeuta. Dentre as patologias que a fisioterapia esportiva poderá atuar estão: pós-operatórios, lombalgias, lesões musculares e ligamentares, de cartilagem, hérnias, fraturas, tendinopatias, instabilidades articulares, processos degenerativos (artrose), etc.

Técnicas para a reabilitação
• Estas dependem do tipo da lesão e das necessidades frente à injúria e da modalidade esportiva de cada paciente:
• Eletrotermofoterapia (estimulação cicatricial e controle da inflamação);
• Mecanoterapia (fortalecimento resistido progressivo);
• Cinesioterapia (fortalecimento com resistência elástica, alongamentos, exercícios posturais, etc.);
• Terapia manual (atuação nos desarranjos articulares, e método para ganhar a amplitude e diminuir a dor;)
• Treino funcional (processo de reabilitação final, segue o princípio da especificidade);
• Exercícios proprioceptivos (melhora a resposta sensório-motora para a prática esportiva);
• Massoterapia (contraturas, espasmos musculares);
• Estabilização segmentar - PILATES(fortalecimento da região pélvica, abdominal e paravertebral);
• Bandagem funcional (atua na limitação de movimentos preservando a área lesada e na diminuição do quadro de dor em algumas injúrias).

Para iniciar o tratamento é indicado que o paciente agende uma avaliação sem custo realizada por um fisioterapeuta.